Home » Notícias, Notícias CAU/RS, Oportunidades » Arquiteto de Família: curso oferece vivência em melhorias habitacionais e Assistência Técnica

Arquiteto de Família: curso oferece vivência em melhorias habitacionais e Assistência Técnica

Participantes vão aprender e aplicar técnicas de diagnóstico, desenvolvimento de projeto e acompanhamento de obras junto a famílias de Mauá (SP)

A organização não-governamental Soluções Urbanas promove um curso teórico e prático de vivências de melhorias habitacionais, baseado na metodologia do projeto Arquitetos de Família, que prevê um ciclo rápido de diagnóstico, desenvolvimento de projeto e acompanhamento de obra que torna a Assistência Técnica mais acessível. E o melhor: todo o conhecimento será aplicado de imediato junto às famílias de Mauá, município da Grande São Paulo.

“É um curso com experimentação prática. Você se inscreve, aprende a metodologia e depois é remunerado pelo trabalho”, afirma a arquiteta Mariana Estevão, criadora do projeto Arquiteto de Família. Desde 2009 o projeto vem prestando serviços de assistência técnica gratuita para famílias de baixa renda, conforme previsto na Lei Federal n° 11.888/2008 e no Art. 6º da Constituição Federal, que garante o direito social à moradia. O curso também está aberto para estudantes, engenheiros, técnicos e designers.

O Arquiteto de Família é uma tecnologia social certificada pela Fundação Banco do Brasil e premiada em 2013 pela Finep (Empresa Brasileira de Inovação e Pesquisa). Sua atuação segue a estratégia do Saúde da Família, com profissionais agindo permanentemente no mesmo território, interferindo na cultura da autoconstrução e sensibilizando a população sobre a necessidade de investir em melhorias habitacionais. “As pessoas sabem que os arquitetos são os profissionais certos para orientar a fazer da melhor maneira, com menor custo”, diz Mariana.

MAIS ARQUITETURA PARA 100 FAMÍLIAS

A vivência em Assistência Técnica é realizada pela Soluções Urbanas em parceria com a empresa ArquiteCasa e o Banco do Povo, com apoio do Sindicato dos Arquitetos de São Paulo (SASP). Funciona assim: os arquitetos e urbanistas se inscrevem no curso (que vai de julho a setembro), assistem às aulas e participam do atendimento e elaboração de projetos para famílias de Mauá (SP). O objetivo é conseguir atender a 100 famílias no total, com a realização de três ou quatro cursos em sequência. “Teremos novas turma para atender a todas essas famílias. A ideia inicial era de um arquiteto e urbanista por família, mas isso vai depender da adesão dos profissionais e também das famílias”, afirma Mariana.

Essas famílias são clientes do programa de microcrédito habitacional do Banco do Povo, que oferece empréstimos de R$ 7.000 a R$ 11.000 para empreendedores locais a juros baixos. Cerca de 10% desse valor será destinado para pagar os arquitetos e urbanistas pelos projetos a serem elaborados no curso de vivência. Dessa forma, os participantes do curso podem recuperar em até 12 meses o investimento de R$ 834 pedidos no início do curso (arquitetos e urbanistas associados ao SASP têm direito a um desconto especial). “Essa parceria com o Banco do Povo junta uma demanda de fomentar a Assistência Técnica e a demanda do banco de atender aos clientes do crédito produtivo, que querem fazer obras nos comércios e nas suas casas”, diz Mariana.

A iniciativa tem atraído profissionais de todo o Brasil, inclusive de Maceió (AL) e Porto Velho (RO), que têm interesse em levar a metodologia a outros lugares do Brasil. O Arquitetos de Família vem sendo executado de forma pioneira no Morro Vital Brazil, Niterói (RJ), desde 2009 e já foi objeto de diversas reportagens na imprensa, inclusive na TV Globo. Clique aqui para assistir.

A arquiteta Mariana Estevão, criadora do programa Arquiteto de Família. Foto: Divulgação

APOIO DO CAU/RJ

Recentemente, a Soluções Urbanas desenvolveu e lançou uma plataforma online de financiamento coletivo para viabilizar a assistência técnica, a compra de materiais e a execução de obras em moradias em situação precárias. A ferramenta Arquiteto de Família pode ser acessada pelo site www.arquitetodefamilia.org.

As campanhas de financiamento são selecionadas e lançadas na plataforma Arquiteto de Família pela ONG Soluções Urbanas. Em breve, arquitetos e urbanistas que prestam ou desejam prestar Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social nessa área poderão também cadastrar seus projetos para captação de recursos. A possibilidade permitirá um aumento significativo da escala da plataforma.

Essa plataforma foi lançada com recursos do Edital de Apoio à Assistência Técnica do CAU/RJ. Desde 2017, os CAU/UF têm destinado 2% da sua arrecadação a projetos desse tipo, com o objetivo de universalizar o acesso aos serviços de Arquitetura e Urbanismo. Leia mais.

Casa em Niterói antes e depois das intervenções do Arquiteto de Família. Foto: Divulgação

  • Pin It


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos marcados com * são obrigatórios.

*