Home » Notícias, Notícias CAU/RS » Casacadabra: livro de arquitetura para crianças destaca bons exemplos de urbanismo ao redor do mundo

Casacadabra: livro de arquitetura para crianças destaca bons exemplos de urbanismo ao redor do mundo

Lina e a capivara Tiê no High Line (Nova York, Estados Unidos). Ilustração: Luísa Amoroso

Em meados de 2016, as arquitetas e urbanistas Simone Sayegh e Bianca Antunes, de São Paulo, desenvolveram o Casacadabra – Invenções para morar, livro de arquitetura para crianças. A ideia do livro era desenvolver nas crianças a sensação de pertencimento, que passa pelo conhecimento de todos os aspectos que envolvem a constituição do espaço que habitam e convivem, apresentando a arquitetura de dez casas. O Casacadabra voltou, agora para mostrar a cidade como um lugar de encontros e brincadeiras, além de mostrar como o espaço público e a cidade são construídos. Com textos de Bianca e Simone e ilustrações da também arquiteta e urbanista Luísa Amoroso, o livro mostra as aventuras de Lina e sua capivara Tiê em uma viagem por dez espaços públicos ao redor do mundo, como o High Line, em Nova York, e até mesmo a Av. Paulista, em São Paulo.

As arquitetas e urbanistas partiram de dois objetivos para escolher os exemplos de cidades para a obra Casacadabra 2 – Cidades para brincar: os projetos deveriam ser lúdicos e possuir diferentes elementos de urbanismo para serem passados ao leitor, pensando em diferentes partes do mundo e diferentes épocas. A ideia do projeto é mostrar também o espaço público de diferentes modos. “Em todos os projetos, trazemos conceitos de urbanismo – o que é planejamento participativo, mobiliário urbano, gentrificação e sistema modular, por exemplo – de forma simples e divertida. No fim do livro, em uma seção chamada Mini-urbanista, publicamos propostas de atividades para fazer em casa ou na escola, tendo a cidade como sala de aula, para despertar o olhar crítico das crianças para o ambiente em que moram”, comenta Bianca.

Em quase um quilômetro de comprimento, o Superkilen (Copenhagen, Dinamarca) é dividido em três zonas: a praça vermelha (red square), o mercado preto (black market) e o parque verde (green park). Ilustração: Luísa Amoroso

O Casacadabra 2 está em campanha de financiamento coletivo pelo Catarse, no site catarse.me/casacadabra2. Além do livro, há a opção de adquirir o gabarito urbano, que é um estêncil com formas urbanas, para que a criança crie sua cidade ideal. A primeira edição, Casacadabra – Invenções para morar, está à venda no site www.pistacheeditorial.com.br/loja.

 Um pouco sobre as realizadoras

Bianca Antunes – Especialista em desenvolvimento urbano e cooperação internacional (TU Darmstadt/UIC Barcelona), com pós-graduação em Geografia, Cidade e Arquitetura pela Escola da Cidade (2015), é jornalista formada e mestre pela ECA-USP (2000 e 2008) e atua há 14 anos na difusão da arquitetura. Foi editora da revista AU – Arquitetura e Urbanismo (Editora PINI) e é autora de livros de arquitetura pelas editoras C4 e BEI.

Simone Sayegh – Arquiteta e urbanista formada pela FAUUSP (1995) e graduanda em pedagogia, trabalha há 16 anos na difusão da arquitetura em revistas especializadas e sites para o público final, como revista AU – Arquitetura e Urbanismo (Editora PINI) e UOL. Seus textos constam em livros de arquitetura e livros técnicos. Desenvolve cursos e oficinas de arquitetura para crianças.

Luísa Amoroso – Arquiteta e urbanista formada pela FAUUSP. Na faculdade, os projetos gráficos já a interessavam tanto quanto os edificados. Vem se dedicando à ilustração e ao design gráfico desde o término da graduação, em 2012.

Av. Paulista (SP). Ilustração: Luísa Amoroso

  • Pin It


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos marcados com * são obrigatórios.

*