Chegou a hora de escolher o grande vencedor do Prêmio Destaque CAU/RS 2021 – Prêmio Clovis Ilgenfritz da Silva !

A comissão julgadora selecionou oito projetos, distribuídos em quatro categorias, para receber o Prêmio CAU/RS. Agora queremos a sua participação para escolher o grande vencedor do Prêmio Destaque.

Importante: somente uma das oito indicações pode receber o voto. Podem votar apenas arquitetos e urbanistas registrados no CAU/RS.

Conheça os finalistas de 2021

Geraldo Da Camino

Atuação pela valorização da Arquitetura desenvolvida pelos poderes públicos no Rio Grande do Sul
Categoria: Poder Público – Pessoa Física

DESCRIÇÃO:

Como Secretária Municipal de Cultura de Pelotas, iniciou os trabalhos que resultaram no tombamento do conjunto histórico arquitetônico da cidade, bem como o inventário da produção de doces, ambos em nível nacional, pelo IPHAN. Em janeiro de 2019, assume como Secretária Estadual de Cultura do Rio Grande do Sul (SEDAC) e passa a dar maior ênfase à política no segmento de patrimônio cultural por meio de iniciativas como a realização da Semana Estadual do Patrimônio Cultural.

PARECER DA COMISSÃO JULGADORA:

As iniciativas promovidas sob a liderança de Beatriz Araújo valorizam o patrimônio arquitetônico e revelam grande potencial para disseminação, uma vez que a Semana Estadual do Patrimônio Cultural repercutiu em diferentes municípios gaúchos. Ela é a responsável pela reestruturação da Secretaria de Cultura do Estado e, em menos de um ano, já fez a diferença.
Saiba mais

DESCRIÇÃO:

O Procurador Geraldo Da Camino tem conduzido o Ministério Público de Contas no sentido de conferir-lhe alto grau de atuação na fiscalização dos contratos públicos do Estado e municípios do Rio Grande do Sul. Sua ação tem sido de grande importância para a valorização da arquitetura desenvolvida pelos poderes públicos no Estado.

Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul

Ministério Público na defesa da Ordem Urbanística
Categoria: Poder Público – Pessoa Jurídica

DESCRIÇÃO:

Como Secretária Municipal de Cultura de Pelotas, iniciou os trabalhos que resultaram no tombamento do conjunto histórico arquitetônico da cidade, bem como o inventário da produção de doces, ambos em nível nacional, pelo IPHAN. Em janeiro de 2019, assume como Secretária Estadual de Cultura do Rio Grande do Sul (SEDAC) e passa a dar maior ênfase à política no segmento de patrimônio cultural por meio de iniciativas como a realização da Semana Estadual do Patrimônio Cultural.

PARECER DA COMISSÃO JULGADORA:

As iniciativas promovidas sob a liderança de Beatriz Araújo valorizam o patrimônio arquitetônico e revelam grande potencial para disseminação, uma vez que a Semana Estadual do Patrimônio Cultural repercutiu em diferentes municípios gaúchos. Ela é a responsável pela reestruturação da Secretaria de Cultura do Estado e, em menos de um ano, já fez a diferença.
Saiba mais

DESCRIÇÃO:

A atuação do Ministério Público na defesa da ordem urbanística, visa, sobretudo, fomentar e fiscalizar a implantação da Política Urbana prevista no artigo 182 da Constituição Federal de 1988, disciplinada no Estatuto da Cidade, no que diz com o desenvolvimento das funções sociais da cidade e garantia do bem-estar de seus habitantes.

Ignacio Maria Benites Moreno e Cristina Cordovero Moreno

Livraria do Arquiteto
Categoria: Iniciativa Privada – Pessoa Física

DESCRIÇÃO:

Como Secretária Municipal de Cultura de Pelotas, iniciou os trabalhos que resultaram no tombamento do conjunto histórico arquitetônico da cidade, bem como o inventário da produção de doces, ambos em nível nacional, pelo IPHAN. Em janeiro de 2019, assume como Secretária Estadual de Cultura do Rio Grande do Sul (SEDAC) e passa a dar maior ênfase à política no segmento de patrimônio cultural por meio de iniciativas como a realização da Semana Estadual do Patrimônio Cultural.

PARECER DA COMISSÃO JULGADORA:

As iniciativas promovidas sob a liderança de Beatriz Araújo valorizam o patrimônio arquitetônico e revelam grande potencial para disseminação, uma vez que a Semana Estadual do Patrimônio Cultural repercutiu em diferentes municípios gaúchos. Ela é a responsável pela reestruturação da Secretaria de Cultura do Estado e, em menos de um ano, já fez a diferença.
Saiba mais

DESCRIÇÃO:

Ignacio e Cristina fundaram nos anos 1980 a LIVRARIA DO ARQUITETO, que durante as décadas seguintes foi a única no setor em Porto Alegre, se tornando referência para os estudantes e arquitetos do Rio Grande do Sul e do Brasil. A atuação do casal levou a Arquitetura e Urbanismo para a Feira do Livro de Porto Alegre, na qual a Livraria do Arquiteto teve banca durante anos seguidos, possibilitando ao público em geral o acesso a livros e revistas especializadas.

Associação Cultural Vila Flores

Restauro da sede, resgate da memória e educação patrimonial
Categoria: Iniciativa Privada – Pessoa Jurídica

DESCRIÇÃO:

Como Secretária Municipal de Cultura de Pelotas, iniciou os trabalhos que resultaram no tombamento do conjunto histórico arquitetônico da cidade, bem como o inventário da produção de doces, ambos em nível nacional, pelo IPHAN. Em janeiro de 2019, assume como Secretária Estadual de Cultura do Rio Grande do Sul (SEDAC) e passa a dar maior ênfase à política no segmento de patrimônio cultural por meio de iniciativas como a realização da Semana Estadual do Patrimônio Cultural.

PARECER DA COMISSÃO JULGADORA:

As iniciativas promovidas sob a liderança de Beatriz Araújo valorizam o patrimônio arquitetônico e revelam grande potencial para disseminação, uma vez que a Semana Estadual do Patrimônio Cultural repercutiu em diferentes municípios gaúchos. Ela é a responsável pela reestruturação da Secretaria de Cultura do Estado e, em menos de um ano, já fez a diferença.
Saiba mais

DESCRIÇÃO:

A Associação Cultural Vila Flores faz do restauro de sua sede um hub de economia criativa, e além disso, faz do próprio restauro uma escola de educação patrimonial, e de restauro, o que contribui de modo importante para a valorização e o reconhecimento social da Arquitetura e Urbanismo.

Neltair Rebés Abreu – Santiago

Publicação de cartuns que abordam e valorizam tanto a Arquitetura quanto o Urbanismo
Categoria: Imprensa – Pessoa Física

DESCRIÇÃO:

Como Secretária Municipal de Cultura de Pelotas, iniciou os trabalhos que resultaram no tombamento do conjunto histórico arquitetônico da cidade, bem como o inventário da produção de doces, ambos em nível nacional, pelo IPHAN. Em janeiro de 2019, assume como Secretária Estadual de Cultura do Rio Grande do Sul (SEDAC) e passa a dar maior ênfase à política no segmento de patrimônio cultural por meio de iniciativas como a realização da Semana Estadual do Patrimônio Cultural.

PARECER DA COMISSÃO JULGADORA:

As iniciativas promovidas sob a liderança de Beatriz Araújo valorizam o patrimônio arquitetônico e revelam grande potencial para disseminação, uma vez que a Semana Estadual do Patrimônio Cultural repercutiu em diferentes municípios gaúchos. Ela é a responsável pela reestruturação da Secretaria de Cultura do Estado e, em menos de um ano, já fez a diferença.
Saiba mais

DESCRIÇÃO:

O trabalho de Santiago foi publicado em diversos jornais e revistas do país e do mundo; a arquitetura e o urbano sempre estiveram de alguma maneira representados em seus cartuns.

Grupo Matinal Jornalismo

Veiculação de matérias que abordam a arquitetura e o patrimônio cultural, destacando entidades de Arquitetura e Urbanismo como fontes nas reportagens
Categoria: Imprensa – Pessoa Jurídica

DESCRIÇÃO:

Como Secretária Municipal de Cultura de Pelotas, iniciou os trabalhos que resultaram no tombamento do conjunto histórico arquitetônico da cidade, bem como o inventário da produção de doces, ambos em nível nacional, pelo IPHAN. Em janeiro de 2019, assume como Secretária Estadual de Cultura do Rio Grande do Sul (SEDAC) e passa a dar maior ênfase à política no segmento de patrimônio cultural por meio de iniciativas como a realização da Semana Estadual do Patrimônio Cultural.

PARECER DA COMISSÃO JULGADORA:

As iniciativas promovidas sob a liderança de Beatriz Araújo valorizam o patrimônio arquitetônico e revelam grande potencial para disseminação, uma vez que a Semana Estadual do Patrimônio Cultural repercutiu em diferentes municípios gaúchos. Ela é a responsável pela reestruturação da Secretaria de Cultura do Estado e, em menos de um ano, já fez a diferença.
Saiba mais

DESCRIÇÃO:

O Grupo Matinal tem realizado importantes matérias tanto relativas à cultura – na qual se inclui arquitetura e patrimônio cultural – quanto às questões urbanas das cidades gaúchas. As matérias são realizadas com destacado trabalho investigativo e trazem diferentes pontos de vista sobre os fatos noticiados.

Comunidade Autônoma Utopia e Luta

Promoção da habitação de interesse social (ATHIS) em áreas urbanas centrais, além de parcerias com arquitetos e cursos de Arquitetura e Urbanismo
Categoria: Movimentos Sociais – Pessoa Jurídica

DESCRIÇÃO:

Como Secretária Municipal de Cultura de Pelotas, iniciou os trabalhos que resultaram no tombamento do conjunto histórico arquitetônico da cidade, bem como o inventário da produção de doces, ambos em nível nacional, pelo IPHAN. Em janeiro de 2019, assume como Secretária Estadual de Cultura do Rio Grande do Sul (SEDAC) e passa a dar maior ênfase à política no segmento de patrimônio cultural por meio de iniciativas como a realização da Semana Estadual do Patrimônio Cultural.

PARECER DA COMISSÃO JULGADORA:

As iniciativas promovidas sob a liderança de Beatriz Araújo valorizam o patrimônio arquitetônico e revelam grande potencial para disseminação, uma vez que a Semana Estadual do Patrimônio Cultural repercutiu em diferentes municípios gaúchos. Ela é a responsável pela reestruturação da Secretaria de Cultura do Estado e, em menos de um ano, já fez a diferença.
Saiba mais

DESCRIÇÃO:

A Comunidade Autônoma Utopia e Luta nasceu de ocupação de edifício do INSS localizado na Av. Borges de Medeiros 727, no Centro de Porto Alegre, durante o V Fórum Social Mundial, em 2005. A partir daí, foi objeto de financiamento pelo Programa Crédito Solidário, do extinto Ministério das Cidades, se tornando um dos dois empreendimentos habitacionais autogestionários na capital gaúcha. 

Jacqueline Custódio

Trabalho com proteção do patrimônio cultural, entre eles o arquitetônico
Categoria: Movimentos Sociais – Pessoa Física

DESCRIÇÃO:

Como Secretária Municipal de Cultura de Pelotas, iniciou os trabalhos que resultaram no tombamento do conjunto histórico arquitetônico da cidade, bem como o inventário da produção de doces, ambos em nível nacional, pelo IPHAN. Em janeiro de 2019, assume como Secretária Estadual de Cultura do Rio Grande do Sul (SEDAC) e passa a dar maior ênfase à política no segmento de patrimônio cultural por meio de iniciativas como a realização da Semana Estadual do Patrimônio Cultural.

PARECER DA COMISSÃO JULGADORA:

As iniciativas promovidas sob a liderança de Beatriz Araújo valorizam o patrimônio arquitetônico e revelam grande potencial para disseminação, uma vez que a Semana Estadual do Patrimônio Cultural repercutiu em diferentes municípios gaúchos. Ela é a responsável pela reestruturação da Secretaria de Cultura do Estado e, em menos de um ano, já fez a diferença.
Saiba mais

DESCRIÇÃO:

A atuação de Jacqueline Custódio tem contribuído para a proteção do patrimônio cultural, entre eles o arquitetônico, no Rio Grande do Sul. Foi Conselheira Titular do Conselho Estadual de Cultura e membro do Colegiado Setorial de Memória e Patrimônio do Estado do Rio Grande do Sul. Liderança dos movimentos em defesa de um projeto para o Cais do Porto que promova uma arquitetura dirigida ao desenvolvimento cultural e ao acesso democrático.

No votes yet.
Please wait...