Home » Notícias » Destaques, Eventos, Notícias, Notícias CAU/RS, Oportunidades » Comissão promove o debate sobre gênero na Arquitetura e Urbanismo no CAU/RS

Comissão promove o debate sobre gênero na Arquitetura e Urbanismo no CAU/RS

Mulheres representam 63% dos arquitetos e urbanistas registrados no CAU em todo o Brasil. No Rio Grande do Sul, o número sobe para 65%. No entanto, elas ainda são minoria em cargos de representação profissional, bem como em prêmios de Arquitetura e Urbanismo.

A primeira mulher a ganhar o prêmio Pritzker, criado em 1979 e considerado o “nobel da arquitetura”, foi Zaha Hadid, em 2004. No Brasil, Rosa Grena Kliass, a dama do paisagismo brasileiro, recebeu em 2019 o Colar de Ouro do IAB durante a 12ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo. Kliass foi a primeira mulher a receber a honraria, que desde 1967 homenageia arquitetos e urbanistas de todo o país.

Em um recorte mais específico, mulheres são maioria também entre os estudantes (67%) e entre os jovens profissionais, com idade entre 20 e 25 anos (79%). Os dados indicam um futuro majoritariamente feminino na Arquitetura e Urbanismo.

Neste contexto, o CAU tem trabalhado pela equidade de gênero na profissão. Para isso, em agosto de 2019, o CAU/RS, acompanhando o movimento nacional de criação de grupos formados por arquitetas e urbanistas e profissionais da área para debater o tema, criou a Comissão de Equidade de Gênero (CTEG). Atuam na Comissão as arquitetas e urbanistas Roberta Edelweiss (conselheira do CAU/RS e coordenadora), Paula Motta (coletivo Turba), Cláudia Fávaro (especialista em Gestão Estratégica do Território Urbano), Clarice Debiagi (Conselho Deliberativo da AsBEA/RS) e a fundadora da ONG Mulher em Construção, Bia Kern.

O objetivo da Comissão é definir políticas a serem adotadas pelo CAU/RS em busca do equilíbrio entre homens e mulheres na profissão. Para isso, a CTEG realiza no dia 06 de dezembro sua primeira atividade. O Workshop “Cenários Possíveis para a Arquitetura e Urbanismo” contará com a presença de arquitetas e urbanistas, acadêmicas e representantes de coletivos e movimentos sociais para debater futuros e caminhos a serem percorridos em busca da equidade de gênero. A mediação será feita pela doutora em Design, pesquisadora e professora adjunta da Unisinos, Karine de Mello Freire.

No dia 30 de janeiro, o CAU/RS promove, por meio da Comissão, o Ciclo de Debates “Cidades Inclusivas para as Mulheres”. O evento será aberto ao público e debaterá gênero e espaço urbano. O Ciclo é uma parceria com o CAU/BR e já foi realizado em Florianópolis. A próxima edição será dia 28 de novembro, em Salvador (BA). Acompanhe as redes do Conselho e fique por dentro:

Facebook | Instagram

 

 

 

 

  • Pin It


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos marcados com * são obrigatórios.

*