Home » Notícias » Destaques, Notícias, Notícias CAU/RS, Oportunidades » CAU/RS elabora enquete para consultar profissionais sobre atuação em Projetos de Prevenção e Combate a Incêndio

CAU/RS elabora enquete para consultar profissionais sobre atuação em Projetos de Prevenção e Combate a Incêndio

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul (CAU/RS) deseja consultar os arquitetos e urbanistas sobre todos os aspectos que envolvem Projetos de Prevenção e Combate a Incêndio. Assim, busca-se saber que situações os profissionais encontram, seja na tramitação de processos, análise de PPCIs, acesso ao sistema informatizado, forma de atendimento presencial, entre outros. Essas informações serão determinantes para que o Conselho possa atuar de forma mais efetiva.

O formulário pode ser preenchido rapidamente e há campo aberto para relatos sobre atuação profissional na área. Não há necessidade de identificação pessoal, apenas de cidade. Participe e contribua com sugestões.

Leia mais

Alteração na Lei Kiss – O que dizem o Corpo de Bombeiros, os profissionais e a sociedade

  • Pin It


10 Responses to CAU/RS elabora enquete para consultar profissionais sobre atuação em Projetos de Prevenção e Combate a Incêndio

  1. A legislação deveria ser feita, regulamentada e aplicada por profissionais habilitados com vivência no assunto.
    Deputados legislando sobre matéria técnica é estar despreparado.
    Deixar bombeiros estabelecerem o ritual e a documentação para aprovação de projeto é inconsistente.

  2. Projeto e execução são atribuições de engenheiros e arquitetos. A população não tem capacidade técnica para projetar, executar e renovar seus planos!!

  3. Os projetos de PPCI protocolados no Corpo de Bombeiros deveriam ser analisados e aprovados por profissional habilitado arquiteto ou engenheiro com nivel superior,os projetos hoje são analisados por profissionais que não são técnicos da área de arquitetura ou engenharia fica muito dificil trabalhar desta forma ,se a lei estabelece diretrizes deve-se em algumas situações usar o bom senso como sugestão abram vagas para profissionais da área e deixem os bombeiros trabalharem na área deles , já pensou se nós arquitetos e engenheiros passasemos a apagar os incêndios e fazer socorros e desencarcerar corpos dos acidentes acho que os bombeiros são hérois por fazerem esse trabalho imagine ainda tendo que analisar projetos.Fica a minha opinião. Para começar poderia até ser um coordenador regional de arquiteto ou engenheiro para aprovação dos projetos.

  4. Pelo novo sistema “on-line’ pede-se para o risco baixo e médio, apenas que seja anexa a RRT (ou ART) de execução de PPCI (após PPCI “aprovado”) e assim é expedido “on-line’ o “Alvará dos Bombeiros” – não é feita a vistoria pelos bombeiros da maneira como anteriormente
    era feita.

  5. ESTÁ COMPLICADO!HOJE É UMA NORMA, AMANHÃ É OUTRA E NINGUÉM SABE EXPLICAR COMO SE FAZ!!!! E NÓS CONTINUAMOS RESPONSÁVEIS POR TUDO. ARQUITETOS E ENGENHEIROS NESTA APROVAÇÃO. CADA MACACO NO SEU GALHO.

  6. arqui-decor@hotmail.com

    No meu estado, fico “feliz” por ter uma corporação tao competente, eles fazem as normas, eles notificam os comércios, eles mesmos fazem os projetos e aprovam, fico impressionado quanta eficiência, só nao descobrir porque estudei tanto arquitetura, deveria ter feito concurso pra ser bombeiros militar para poder fazer os projetos tambem.

  7. ONDE FOI PARAR A ESSÊNCIA DOS CONSELHOS DE CLASSE?
    O CAU foi criado para regular o exercício da profissão no país. Eles têm a missão de “orientar, disciplinar, regular e FISCALIZAR O EXERCÍCIO DA PROFISSÃO DE ARQUITETO E URBANISTA, zelar pela fiel observância dos princípios de ética e disciplina da classe em todo o território nacional. Têm como objetivo principal o de REGULAR O EXERCÍCIO DA PROFISSÃO de arquiteto e urbanista no Brasil.
    Com relação a enquete concordo plenamente com meus colegas e para maiores informações ao CAU recomendo que se dirijam ao Corpo de Bombeiros, na SPI. Chegue por volta das 06:00hs da manhã e se tiver sorte, dependendendo da fila, pegará uma ficha para ser atendido a partir das 8:00hs; Até chegar sua vez levarão algumas horas, e ao ser atendido no guichê, torça para que não tenha havido mudança nos formulários, na legislação, sem aviso prévio. Se der tudo certo, até aqui, então será encaminhado seu ppci mas torça novamente para que algum profissional habilitado, arquiteto, faça a revisão do mesmo dentro da seção.
    Acredito que se não houver a interferência das entidades de classe nas questões inerentes aos profissionais que as mantém, nós arquitetos entre outros, nos tornaremos dispensáveis em certas atribuições onde leigos assumirão colocando em risco a sociedade. Infelizmente vivemos um momento em que estão tentando banalizar o ensino superior.
    Boa sorte a todos!

  8. Achei que ter um Conselho próprio para Arquitetos e Urbanistas nos fortaleceria, mas não consigo visualizar isso, o que vejo é um Conselho que está assistindo pacificamente políticos legislando sobre questões que são próprias de arquitetos e engenheiros. Vejo também uma lei estadual nos deprecia diante da sociedade, permitindo que leigos assumam nosso papel, sinceramente acho que me enganei.

  9. Assessoria de Comunicação CAU/RS

    Prezada Deonice, a enquete vem no sentido de conhecer ainda mais as situações enfrentadas pelos profissionais que atuam de fato na área. Agradecemos sua contribuição e sua mensagem será encaminhada para a Unidade da Presidência que está desenvolvendo este trabalho. De todo modo, obrigada pela tua participação.

  10. Projeto e execução são atribuições de engenheiros e arquitetos. A população não tem capacidade técnica para projetar, executar e renovar seus planos!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos marcados com * são obrigatórios.

*