Home » Notícias » Destaques, Notícias, Notícias CAU/RS » Carta aberta destaca pontos sobre a Revitalização do Porto Velho de Rio Grande

Carta aberta destaca pontos sobre a Revitalização do Porto Velho de Rio Grande

Print Friendly, PDF & Email

Foto: IAB RS – Núcleo Rio Grande

Em outubro de 2019, o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB RS) – Núcleo Rio Grande promoveu uma série de eventos de cunho cultural e educativo em comemoração do Dia do Urbanismo. As atividades fazem parte de uma iniciativa do Núcleo para dar seguimento ao projeto de recuperação do Porto Histórico da cidade, fruto de concurso público realizado no final dos anos 90. Como resultado do evento, foi divulgada nesta semana uma carta com as conclusões e ações efetivas que serão implantadas para dar seguimento ao processo de revitalização do Porto Velho. Confira:

Novos Rumos para a Revitalização do Porto Velho do Rio Grande

O Núcleo Cidade do Rio Grande do Instituto de Arquitetos do Brasil, no dia 8 de novembro de 2019, em comemoração ao Dia Mundial do Urbanismo realizou, no Armazém A1 do Porto Velho do Rio Grande, várias atividades que culminaram com uma Mesa Redonda com tema “Novos Rumos para a Revitalização do Porto Velho do Rio Grande”. A Mesa Redonda, que foi conduzida pelo Núcleo e contou com a participação do Prefeito Municipal, Superintendente dos Portos Rio Grande do Sul, Presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/RS) e dos responsáveis pelo Projeto Executivo de Revitalização do Porto Velho foi muito exitosa no sentido de retomada do processo e obteve total apoio das autoridades, entidades e público participante. Como resultado do evento e visando contribuir para a continuidade do processo de revitalização do Porto Velho, o Núcleo apresenta nesta “Carta” as conclusões e ações efetivas que devem ser implantadas para que este processo se consolide devolvendo à cidade um local histórico para lazer, turismo e cultura. além de garantir que o Porto Velho mantenha a grande relevância que teve no desenvolvimento da cidade do Rio Grande.

Conclusões:

1. A importância do conjunto urbanístico e arquitetônico do Porto Velho no processo de criação e desenvolvimento da Cidade do Rio Grande justificando um processo de revitalização do conjunto portuário bem como o entorno urbano que forma o Centro Histórico;
2. O processo de revitalização como grande indutor do turismo para a Região Sul;
3. A abertura da área portuária proporcionando uma integração entre a Cidade e a Lagoa possibilitando um incremento nas atividades de lazer, esporte e cultura vinculadas à tradição naval;
4. O evento realizado pelo Núcleo do IAB serviu de referência para abrir caminhos para o envolvimento dos segmentos da sociedade que desejam o desenvolvimento sustentável da Cidade do Rio Grande, visto que as lideranças presentes assumiram uma postura colaborativa no sentido de formar um movimento que busque o caminho da união, valorização, colaboração e a integração de todos para todos;

Ações efetivas:

1. Criação de uma comissão que trate dos assuntos pertinentes à implantação do projeto de Revitalização do Porto Velho;
2. Propor a realização de um levantamento socioespacial e socioeconômico da área;
3. Intensificar a vinculação do projeto de revitalização com a preservação do patrimônio histórico através de ações promovidas pelo Conselho Municipal de Patrimônio Histórico, CDL, Prefeitura Municipal, Superintendência dos Portos Rio Grande do Sul e Marinha do Brasil;
4. Buscar alternativas para revitalização dos prédios ao longo da Riachuelo que são frontais ao Porto Velho através de incentivos fiscais e linhas de crédito para revitalização e manutenção das edificações;
5. Propor mudanças no Plano Diretor visando incentivar a implantação de novas atividades nas zonas AC 01 e UM 01 que possibilitem o aumento da densidade populacional da área que envolve o Porto Velho;
6. Promover a regulamentação do Centro Histórico compatibilizando a legislação sobre o entorno dos bens tombados;
7. Garantir que o processo de revitalização ocorra conforme as etapas previstas no projeto executivo aprovado;
8. Fomentar ações pontuais, com baixo valor financeiro, que possam dar início ao processo de revitalização com objetivo de popularizar e informar a população sobre o projeto;
9. Propor à Prefeitura Municipal que possibilite a implantação de “parklets” junto a calçada da fachada norte do Mercado Municipal vinculados aos chalés com o compromisso futuro de uso dos quiosques propostos no projeto executivo;
10. Propor à Prefeitura Municipal a conclusão da rampa para embarcações de pequeno porte, que juntamente com o embarcadouro anexo, permitirá acelerar o processo de apropriação da Lagoa como local para atividades esportivas e de lazer,
11. Buscar, junto à Prefeitura Municipal, alternativas para continuidade do plantio e conservação de árvores, bem como a manutenção geral do Rincão da Cebola conforme o projeto executivo do Setor Oeste.

Rio Grande, 08 de novembro de 2019

 

  • Pin It


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos marcados com * são obrigatórios.

*